Home » Cadeia do Leite » A surpreendente maneira pela qual o leite nos torna mais inteligentes

A surpreendente maneira pela qual o leite nos torna mais inteligentes

25/08/2017 08:48:22 - Por: Por Stephen Weststeyn, produtor de leite da Califórnia, para o http://www.progressivedairy.com e em Milkpoint

Estudo universitário descobriu que os jogadores que bebiam mais leite apresentavam maior memória verbal e visual do que os jogadores que não bebiam leite.

Responsive image
Em 2016, um estudo universitário acompanhou jogadores de futebol americanos e descobriu (independentemente das concussões) que os jogadores que bebiam mais leite apresentavam maior memória verbal e visual do que os jogadores que não bebiam leite. Outros estudos confirmaram resultados semelhantes, mostrando que os consumidores de leite têm consistentemente memória melhor do que as pessoas que não bebem leite.

Estudos à parte, um mapa da Europa que compara os países consumidores de leite com os países que bebem menos leite mostra que as pessoas que bebem mais leite têm QIs mais elevados e ganham mais Prêmios Nobel. Pode ser uma coincidência, mas essa conexão foi verificada de forma independente em um estudo de 2013 chamado "Leite, chocolate e prêmios Nobel". Mais leite, pessoas mais inteligentes.

Algumas pessoas podem negar a conexão entre o leite e uma maior função mental, mas isso dificilmente surpreende quando você olha a variedade de compostos bioativos e nutrientes presentes no leite:

1. Proteína - Suas células cerebrais se comunicam através de mensageiros químicos chamados neurotransmissores, que são feitos de aminoácidos, os mesmos aminoácidos que estão presentes no leite;

2. Tirosina – Beber leite aumenta os níveis de um aminoácido chamado tirosina, que leva o cérebro a fabricar noradrenalina e dopamina, outros tipos de mensageiros químicos no cérebro;

3. Gordura - As gorduras saudáveis no leite, MCTs (triglicerídeos de cadeia média) são mais fáceis de metabolizar e podem diretamente apoiar as necessidades normais de energia do cérebro sem serem armazenadas como gorduras no corpo. Nossos cérebros foram projetados para usar a gordura como nossa principal fonte de combustível;

4. Colesterol - Vinte e cinco por cento do colesterol do corpo está no cérebro e a gordura é necessária para o desenvolvimento adequado do cérebro. O colesterol aumenta o transporte de sinal, o funcionamento das sinapses do cérebro e protege os sinais bioelétricos. Ele também funciona como um antioxidante para proteger as células cerebrais de danos oxidativos;

5. Glutationa – Descobriu-se que as pessoas que bebem leite têm níveis mais altos de um antioxidante chamado glutationa. A glutationa ajuda a evitar o estresse oxidativo e os danos resultantes causados por compostos químicos reativos produzidos durante o processo metabólico normal no cérebro;

6. Vitaminas B e B12 – As vitaminas do complexo B apresentam efeitos positivos na saúde mental. Baixo nível de vitamina B12 está ligado a atrofia cerebral, crescimento retardado, comprometimento cognitivo, depressão, demência e outros transtornos mentais;

7. Iodo - Os alimentos lácteos estão entre as fontes mais ricas de iodo, e foi demonstrado que as pessoas que têm menos iodo em suas dietas têm pontuações mais baixas em testes. Mães que têm bons níveis de iodo dão à luz a crianças mais inteligentes do que crianças de mães com deficiência de iodo;

8. Galactose - Um dos açúcares no leite é apelidado de "açúcar cerebral" porque dá suporte ao desenvolvimento cerebral de bebês e crianças. Estudos indicaram que o açúcar ajuda a desencadear a formação de memória de longo prazo e melhora a comunicação celular.

Efeito prebiótico do leite sobre a saúde mental

Embora a variedade de compostos bioativos do leite contribua positivamente para uma boa saúde mental, pesquisas emergentes mostram que o leite também pode ter um efeito positivo no microbioma (intestino). Foi descoberto que o cérebro é onde apenas uma parte da inteligência reside e, o "segundo cérebro" (intestino), abriga uma porção igualmente grande das capacidades mentais. Descobriu-se que um intestino saudável está ligado à boa saúde mental.

Um estudo administrou antibióticos a camundongos para matar sua microflora intestinal e os animais sem bactérias intestinais tiveram memória e função cognitiva terríveis em comparação com os camundongos com microflora intestinal saudável. As bactérias intestinais são vitais para a saúde mental, especialmente considerando que 95% da serotonina é produzida lá, juntamente com 30 neurotransmissores diferentes, incluindo serotonina, noradrenalina, acetilcolina, dopamina e GABA.

A microflora intestinal precisa de alimento para viver, e o leite fornece exatamente isso. Os oligossacarídeos livres (açúcares), glicoproteínas (proteínas) e glicolípidos (gorduras) do leite são cada vez mais reconhecidos como fatores de desenvolvimento da microbiota e saúde intestinal geral.

A importância de beber leite integral deve ser destacada. Curiosamente, muitos dos triglicerídeos (gorduras) no leite são antibacterianos, antivirais e antifúngicos na natureza, o que significa que eles promovem benefícios e impedem malefícios em seu intestino.

Uma pesquisa mostrou que a gordura do leite possui uma função protetora no trato gastrointestinal. Um outro estudo comprovou que crianças que bebiam leite com baixo teor de gordura tinham cinco vezes mais riscos de visitar um médico por doença gastrointestinal aguda do que aquelas que bebiam leite integral. Reduzir a gordura do leite de nossas dietas na América não melhorou a saúde intestinal dos americanos.

É interessante notar que a lactose, que muitas vezes é vista negativamente, é um ótimo prebiótico para a microflora intestinal. A lactose que você não usa para alimentação, sua microflora intestinal usa. É um verdadeiro alimento para seu intestino.

As pessoas podem argumentar que você pode obter nutrição semelhante por meio de outros alimentos. Mas, quais deles podem oferecer importantes blocos de construção para seu cérebro e contribuir tanto para um intestino saudável? Você pode consumir baldes de brócolis, mas, é incomparável para a nutrição e o impulso cerebral o que você pode obter com um único copo de leite.