Home » Cadeia do Leite » Demanda por queijo em pó cresce impulsionada por refeições rápidas e lanches

Demanda por queijo em pó cresce impulsionada por refeições rápidas e lanches

25/08/2017 10:25:28 - Por: Dairy Reporter, traduzidas pela Equipe MilkPoint

A maioria das empresas líderes deste mercado está localizada nos EUA devido à forte demanda.

Responsive image
O mercado mundial de queijos em pó deverá crescer com a maior taxa de crescimento anual composta de 2017 a 2023, graças ao aumento das opções de refeições rápidas e lanches on-the-go, ou seja, para se consumir em movimento, disse o Allied Market Research. Importantes membros do setor, incluindo Lactosan, Land O ‘Lakes, Kerry Group, Kraft Foods, Aarkay Food Products, All American Foods, Kanegrade e Dairiconconcepts são algumas das empresas que estão contribuindo de forma significativa para o mercado global.

Satyajit Shinde, especialista em marketing digital da Allied Market Research, disse que as empresas de fast food são fortemente dependentes do mercado de queijos para atender o volume de clientes. "O queijo, agora convertido em queijo em pó, é a versão embalada mais facilmente disponível do queijo no mercado. Os principais membros no mercado de queijos em pó estão focados em expansões, novas variantes e aquisições. Eles estão servindo vários mercados locais e globais”. 

De acordo com a Allied Market Research, fatores como a rápida urbanização, a industrialização, a simplificação das tarefas, a introdução de alimentos embalados e o aumento da população trabalhadora são as forças direcionadoras por trás do aumento do mercado de queijos em pó.

A maioria das empresas líderes deste mercado está localizada nos EUA devido à forte demanda. A mudança dos hábitos alimentares dos consumidores teve uma "influência considerável". "Em 2015, a América do Norte foi registrada como o maior mercado em termos de volume e valor. As regiões da Ásia-Pacífico testemunharão um ‘boom’ no mercado de queijo em pó devido à sua alta renda disponível e à mudança de estilos de vida”. 

O mercado de queijos em pó é segmentado de acordo com os tipos de queijo, incluindo muçarela, parmesão, cheddar, queijo americano, queijo azul, gouda e outras variantes de queijo.

Queijo cheddar

O queijo cheddar teve a maior participação de mercado desde 2015. O mercado de queijos em pó é voltado aos lanches, como macarrão e queijo, refeições prontas para comer, produtos de confeitaria, diferentes tipos de spreads [creme no estilo de manteiga, margarina, requeijão, queijo cremoso, etc, usado para passar em pães, bolachas e para outros usos], além de redes de fast food, como McDonald’s, Wendy’s, Burger King e KFC. No entanto, Shinde advertiu que notícias negativas sobre as preocupações com o consumo excessivo de queijo em pó ameaçam o mercado.

Por exemplo, a FDA (Administração para Alimentos e Drogas) adverte que o queijo em pó pode conter ftalatos, substância química utilizada para tornar o plástico mais macio e flexível. Também é usado em borracha, tintas, adesivos e embalagens protetoras. Também podem ser encontrados traços em cosméticos, cremes para a pele e até mesmo, fast foods. Os ftalatos são encontrados na maioria dos itens domésticos diários. Este produto químico industrial prejudica os sistemas hormonais e afeta o sistema endócrino, inclusive causando danos potenciais em bebês.

Várias organizações de consumidores nos EUA estão trabalhando para proibir substâncias químicas nesses itens, incluindo o Centro para Segurança Alimentar e Ecologia.

Em resposta, os fabricantes globais de queijos estão aderindo aos regulamentos alimentares e estão constantemente fazendo controles regulares de alimentos para que seus produtos sejam aptos para o consumo. "A inclusão de ftalatos não é obviamente deliberada. Todo o método de processamento e embalagem traz traços de ftalatos para o produto”.