Home » Cadeia do Leite » Danone envia 5000 vacas para a Sibéria para conter preços do leite

Danone envia 5000 vacas para a Sibéria para conter preços do leite

28/08/2017 11:09:51 - Por: Dinheiro Vivo/PT

Vacas vão para a Rússia onde o preço do leite está a crescer de forma galopante.

Responsive image
O embargo russo às importações de produtos alimentares provenientes da UE tem provocado uma autêntica revolução no país. O leite está mais caro e empresas como a Danone procuram alternativas para manter a produção.

Em 2015, a empresa francesa, que é a maior produtora mundial de produtos lácteos encerrou as suas fábricas nas cidades de Novosibirsk, Smolensk e Togliatti; agora vai enviar 5000 vacas para uma aldeia da Sibéria para escudar-se contra a subida de 14% prevista para este ano para os preços do leite.

As vacas da raça Holstein, originária da Holanda, vão viajar 4500 quilómetros em camiões da Holanda e Alemanha e, de acordo com a Bloomberg, serão colocadas numa quinta perto da cidade de Tyumen.

“O preço do leite não tem parado de crescer”, afirmou Charlie Cappetti, responsável pela divisão russa da Danone, à Bloomberg. “Isto coloca produtos como os iogurtes sob uma enorme pressão”.

Esta é uma inovação para a Danone, que habitualmente não investe na produção animal. Entretanto, a empresa fez uma parceria com um produtor local com mais de 60 hectares de terreno e cujas vacas começaram a produzir para a marca em maio.

Mas o intervalo entre a procura e oferta ainda é grande enquanto as novas vacas não chegam à Sibéria. “Espero que a inflação do leite na Rússia abrande este ano”, referiu Cappetti.