Home » Cadeia do Leite » Primeira fazenda flutuante do mundo, na Holanda, estreará com produtores de leite

Primeira fazenda flutuante do mundo, na Holanda, estreará com produtores de leite

10/10/2017 10:04:36 - Por: Agência EFE. Foto: Divulgação

As pessoas frequentemente na?o sabem de onde vem sua comida. Gostaria de mostrar esse processo de perto.

Responsive image
A primeira fazenda flutuante do mundo, uma plataforma de 1.000 metros quadrados construi?da no porto de Roterda?, ja? atraiu dois produtores de leite que sera?o a cara deste projeto que visa minimizar a falta de terrenos agri?colas na Holanda. Em meio a uma cidade ta?o saturada como Roterda?, os dois agricultores holandeses Albert Boersen e Myrthe Brabander colocara?o em funcionamento uma fazenda flutuante experimental, que pretende ser a primeira de muitas nos Pai?ses Baixos.

"As pessoas frequentemente na?o sabem de onde vem sua comida. Gostaria de mostrar esse processo de perto. Tambe?m quero criar conscie?ncia entre os agricultores, para que eles saibam para onde vai sua produc?a?o", disse Boelsen ao jornal holande?s "AD". A fazenda seguira? uma tende?ncia de "agricultura urbana", na qual a produc?a?o de alimentos deixa o interior e volta a?s cidade, segundo a Beladon, empresa responsa?vel pelo projeto. Ambos os produtores usara?o vacas da rac?a Montbeliarde, que se alimentara?o dos pastos que ja? esta?o crescendo na plataforma.

O objetivo e? produzir cerca de 800 litros de leite por dia. Parte do total sera? usado para produc?a?o de iogurte e queijo, disse Minke van Wingerden, em entrevista coletiva para apresentar o projeto. "Na?o acontecera? nada com as vacas porque a plataforma sera? muito esta?vel", explicou Van Wingerden.

Ha? exatamente um ano, a Ca?mara Municipal de Roterda? deu autorizac?a?o para a construc?a?o da fazenda. A Universidade de Utrecht tinha publicado pouco antes um estudo que afirma que o gado na?o fica enjoado de estar sob um plataforma construi?da no mar. Como exemplo, os pesquisadores utilizaram os "milho?es de animais" que sa?o enviados sem problema pela Austra?lia aos Estados Unidos. A fazenda tera? 1.300 metros quadrados e custara? 2,5 milho?es de euros.

Apesar do grande investimento que representa o projeto, Brabander lembra que ficar na cidade reduzira? muito as despesas de transporte. Ja? Boersen considera a ideia como um exemplo mundial de inovac?a?o.

Os trabalhos de construc?a?o comec?aram no ini?cio de setembro do ano passado. Segundo os planos de Beladon, a plataforma flutuante sera? feita de concreto, ac?o galvanizado e um solo permea?vel.

Se trata de um projeto completamente ecolo?gico, que utilizara? energia solar para a produc?a?o de eletricidade e armazenara? a a?gua da chuva para a sua reciclagem. Ale?m disso, a coleta do esterco sera? robotizada. Depois, ele sera? transformado em adubo. Os robo?s repartira?o os alimentos ao gado e o pasto sera? iluminado com la?mpadas de LED para promover um crescimento mais ra?pido.

A plataforma, que deve ficar pronta em setembro de 2018, estara? no complexo portua?rio de Merwedehaven e sera? aberto ao pu?blico. Crianc?as, por exemplo, podera?o ver de perto como se ordenha uma vaca e como se faz um iogurte. Merwedehaven e? uma regia?o industrial construi?da ha? quase um se?culo e conta com va?rios portos, ale?m de extenso?es de a?gua com espac?os para novas construc?o?es.

A ideia da fazenda foi do diretor-executivo da Beladon, Peter Beladon, que, apo?s visitar Nova York durante a passagem do furaca?o Sandy, viu a interrupc?a?o do fornecimento de alimentos e decidiu construir uma fazenda urbana que alimente a? populac?a?o local. O interesse por esse projeto flutuante ja? e? grande, segundo os desenvolvedores, e vai desde estudantes, urbanistas e agricultores ate? delegac?o?es chinesas que ja? visitaram a construc?a?o.