Home » Cadeia do Leite » Pequenos laticínios do RS pretendem investir R$ 215 milhões em 3 anos

Pequenos laticínios do RS pretendem investir R$ 215 milhões em 3 anos

03/11/2017 08:45:28 - Por: Valor Econômico

Para isso, diz, é necessário que o Estado permita o uso concomitante, mas segregado, do benefício de saída do queijo nas operações interestaduais com o benefício interno nas pequenas indústrias.

Responsive image
Depois de investirem quase R$ 45 milhões nos últimos 12 meses, os pequenos laticínios gaúchos planejam aportes de R$ 215 milhões nos próximos três anos, segundo informações da Associação das Pequenas Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul (Apil/RS), que representa um grupo de 26 empresas.

Em documento entregue ao secretário estadual do Desenvolvimento Econômico, Márcio Biolchi, a entidade informa que os recursos estão sendo aplicados na ampliação e na modernização das unidades de produção das companhias, que nos últimos 12 meses processaram 450 milhões de litros de leite. No período, o faturamento conjunto do grupo de empresas representadas pela Apil/RS alcançou R$ 939 milhões.

Em comunicado, o presidente da Apil/RS, Wlademir Dall´Bosco, cobra do governo estadual "uma política fiscal mais justa e equilibrada, e que leve ao desenvolvimento das pequenas agroindústrias". Para isso, diz, "é necessário que o Estado permita o uso concomitante, mas segregado, do benefício de saída do queijo nas operações interestaduais com o benefício interno nas pequenas indústrias".

"Estamos solicitando que os pequenos laticínios sejam enquadrados nas vendas para fora do Estado com crédito presumido de 10% do ICMS sobre a produção de forma ilimitada. Hoje, as pequenas agroindústrias gaúchas estão subordinadas a um decreto lei que limita esse incentivo até dois milhões de litros/mês, caso cresçam o percentual cai para até 4%, é uma questão de competitividade e estímulo", afirma.