Home » Cadeia do Leite » Ano novo. Crise velha!

Ano novo. Crise velha!

16/03/2017 14:16:11 - Por: Osvaldo Martins de Barros Filho

O ano passou rápido! Nem precisava dizer. É perceptível. O ano nem bem começou e já está terminando. Cada vez mais nos damos conta que os dias estão abreviados e o tempo está voando!

Responsive image
O ano passou rápido! Nem precisava dizer. É perceptível. O ano nem bem começou e já está terminando. Cada vez mais nos damos conta que os dias estão abreviados e o tempo está voando!

E junto do ano novo, vem as promessas novas, expectativas novas, forças novas, propósitos novos, objetivos novos e uma preocupação velha: crise!

Economistas e mais um tantão de gente estão dizendo que 2015 será um ano de crise, um ano de recessão econômica, disso e daquilo.

Estou aqui pra dizer o seguinte: esqueça a crise! Mantenha-se bem focado no seu trabalho, cultive bem o pasto, plante bem a lavoura, cuide bem das vacas, tire bem o leite, faça bem o queijo, comece bem em janeiro e 2015 será “bem bão” como dizem aqui na roça.

Se ficarmos com medo da crise é automático: perdemos a força, a vontade, esperança, o orgulho, a perspectiva. Daí recuamos, diminuímos, retrocedemos, amortecemos. Os resultados despencam, o dinheiro não entra, o produto não vende, o trem não anda. A hashtag? #sofrência

Se enfrentarmos a crise com categoria, com classe, com determinação, com garra, com firmeza, vamos chegar ao mês dezembro de 2015 – na mesma velocidade que chegamos em dezembro de 2014 – e ao olharmos pra trás veremos que conseguimos vencer mais um ano.

Diz o ditado que é “o olho do dono que engorda o gado”! Então firme bem seu olhar no teu gado - sítio ou fazenda, fabriquetinha ou indústria - e passe a enxergar novas possibilidades, novos caminhos, novos desafios.

O ano é novo.  A crise é velha. Então, feliz ano novo e adeus crise velha!