Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/guialat/public_html/index.php:3) in /home/guialat/public_html/conecta.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/guialat/public_html/index.php:3) in /home/guialat/public_html/conecta.php on line 2
GuiaLat - A central dos fornecedores de laticínios 

Home » Cadeia do Leite » Forno de Minas registra recorde de produção em outubro

Forno de Minas registra recorde de produção em outubro

28/11/2017 09:50:55 - Por: Portal Nacional de Seguros.

Segundo o gerente industrial da Forno de Minas, Pedro Pagin, a maior demanda por produtos foi puxada pelo aumento do volume de vendas.

Responsive image
A produção da Forno de Minas está a todo vapor. A tradicional indústria de alimentos registrou recorde em outubro. Durante o mês, foram 344.697 caixas e 2.330 toneladas de produtos. O mix de produtos cresce a cada dia proporcionando ao cliente a mesma qualidade, praticidade em toda a linha.

A empresa conta com um portfólio de mais de 20 produtos, que atendem tanto o varejo quanto o food service, dentre eles estão linha de pão de queijo, waffles, lasanha, folhados, empadas, tortinhas, empanada, massas recheadas, quiches, broinha de milho, croissant, cookies, pão de batata, pão de canela e batatas.

Segundo o gerente industrial da Forno de Minas, Pedro Pagin, a maior demanda por produtos foi puxada pelo aumento do volume de vendas. “Outubro costuma ser historicamente mais agitado por conta das festas de fim de ano e participação em campanhas, por exemplo. Além disso, tivemos aumento de pedidos por lasanha à bolonhesa, produto lançado no final do primeiro semestre, e pão de queijo”, explica.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em setembro, a produção da indústria brasileira subiu 0,2%. A atividade em que a Forno de Minas se enquadra, produtos alimentícios, avançou 4,1%. Os dados relativos a outubro ainda não foram divulgados. O último recorde da empresa mineira havia sido em maio de 2017: 317.752 caixas e 2.132 toneladas.