Home » Cadeia do Leite » Quantidade recorde de fazendas leiteiras é colocada à venda na Nova Zelândia

Quantidade recorde de fazendas leiteiras é colocada à venda na Nova Zelândia

28/11/2017 10:05:29 - Por: Agrimoney, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

O Instituto de Imóveis da Nova Zelândia revelou o fim de uma forte corrida por preços das fazendas leiteiras, que, conforme medido por um índice, caiu 4,4% no período de agosto a outubro.

Responsive image
Um coquetel de ´frustração`com o clima desfavorável, o envelhecimento demográfico e o receio de queda nos preços do leite estão levando a um aumento na oferta de fazendas à venda nas principais áreas leiteiras da Nova Zelândia. O Instituto de Imóveis da Nova Zelândia revelou o fim de uma forte corrida por preços das fazendas leiteiras, que, conforme medido por um índice, caiu 4,4% no período de agosto a outubro, em comparação com os valores do trimestre de julho a setembro.

"Em outubro, surgiram evidências iniciais da probabilidade de um número recorde de fazendas colocadas à venda nas principais áreas produtoras de leite de Waikato e Southland", disse Brian Peacocke, porta-voz rural do instituto. As causas do potencial aumento das vendas incluíram ´frustração` com o clima desfavorável, que viu a produção de leite da Nova Zelândia ter um começo lento na estação de 2017-18, além da falta de mão de obra, disse Peacocke. 

Para alguns produtores, o "planejamento de sucessão", que refletiu em um "aumento da idade dos produtores", foi o que impulsionou as vendas. Peacocke também sinalizou que os preços do leite pagos pelos processadores "mostraram sinais de flexibilidade". Na verdade, houve uma "conscientização de que provavelmente é melhor vender quando o pagamento dos lácteos estiver em um nível razoavelmente saudável, ao contrário de quando o pagamento está sob pressão".

O Australia & New Zealand Bank na quarta-feira passada cortou para NZ $ 6,25-6,50 (US$ 4,31 a US$ 4,48) por quilos de sólidos do leite – equivalente a NZ$ 0,52 a NZ$ 0,54 (US$ 0,36 a US$ 0,37) por quilo de leite - sua previsão para os preços do leite ao produtor da Nova Zelândia em 2017-18, enquanto o ASB reduziu sua estimativa para NZ$ 6,50 (US$ 4,48) por quilograma de sólidos de leite - equivalente a NZ$ 0,54 (US$ 0,37) por quilo de leite.

A estimativa foi menor que os NZ $ 6,75 (US$ 4,65) por quilos de sólidos do leite [equivalente a NZ$ 0,56 (US$ 0,39) por quilo de leite] previstos pela Fonterra, maior processador do país, embora permaneça acima de NZ $ 6,00 (US$ 4,13) por quilo de sólidos do leite [equivalente a NZ$ 0,50 (US$ 0,34) por quilo de leite], o que significa que a maioria dos produtores ganhará dinheiro, segundo estimativas ASB.

O declínio reflete uma melhoria no clima da primavera na Nova Zelândia, o que permitiu uma recuperação da produção de leite no país, o maior exportador, com volumes crescendo na União Europeia e nos EUA também. O instituto destacou que havia "um grande número de fazendas leiteiras no mercado em Waikato e Southland, em particular, e ações razoáveis em Northland".

Com relação às vendas das fazendas, a procura pelas mesmas foi baixa. Em outubro, em toda a Nova Zelândia, apenas fazendas foram vendidas de fato. Houve uma venda ´quente` realizada a um preço próximo de NZ$ 70.000 (US$ 48,23) por hectare em Waikato e três vendas em "níveis inferiores a modestos" em Southland. Não houve atividade registrável nas outras principais áreas leiteiras de Taranaki, Manawatu e Canterbury.