Home » Cadeia do Leite » NZ: pastagens mais secas podem impulsionar as exportações de produtos lácteos dos EUA

NZ: pastagens mais secas podem impulsionar as exportações de produtos lácteos dos EUA

07/12/2017 11:55:10 - Por: Bloomberg, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

O Índice de Crescimento de Pastagem, que mede as condições do pasto e o potencial de crescimento, está próximo ao mais baixo em mais de 21 meses devido ao clima seco na Nova Zelândia .

Responsive image
O crescimento lento das pastagens em regiões de produção leiteira da Nova Zelândia está aumentando a perspectiva de um fornecimento de leite mais apertado do que o esperado e pode oferecer uma janela para as exportações dos EUA. "Não temos certeza do que isso vai fazer para a produção de leite, mas definitivamente é algo para se ficar de olho", disse Kyle Schrad, vice-presidente de operações mundiais de lácteos e alimentos da INTL FCStone em Chicago.


O Índice de Crescimento de Pastagem, que mede as condições do pasto e o potencial de crescimento, está próximo ao mais baixo em mais de 21 meses devido ao clima seco na Nova Zelândia - o maior exportador de lácteos do mundo. A medida vai de zero a um e, embora normalmente decline nesta época do ano por motivos sazonais, nas últimas semanas “caiu muito mais significativamente” do que o normal, disse Schrad. Qualquer queda na produção de leite da Nova Zelândia "deve ajudar a reforçar a demanda por exportações dos EUA", disse ele.