Home » Cadeia do Leite » EUA: indústria lança novos padrões para proteínas do soro do leite

EUA: indústria lança novos padrões para proteínas do soro do leite

11/12/2017 11:08:39 - Por: Dairy Reporter, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

Anteriormente, o ADPI apenas havia estabelecido padrões para as proteínas do soro do leite que são relacionadas à fabricação de queijos, de acordo com Meyer.

Responsive image
O American Dairy Products Institute (ADPI) lançou novos padrões da indústria dos EUA para proteínas do soro do leite que são obtidas diretamente do leite (os primeiros para a indústria de lácteos), de acordo com o diretor técnico do ADPI, Dan Meyer. Anteriormente, o ADPI apenas havia estabelecido padrões para as proteínas do soro do leite que são relacionadas à fabricação de queijos, de acordo com Meyer.

"Isso abrange todas as proteínas do soro que não passam pela fabricação de queijo", disse Meyer. Para desenvolver os padrões, o ADPI enviou uma "força-tarefa" a fim de desenvolver e elaborar os padrões que, posteriormente, passaram por um conselho de cerca de 50 membros para aprovação. "Nós tínhamos alguns membros que faziam soro de leite nativo, então confiamos fortemente em suas contribuições e usamos uma grande parte de seus dados para ajudar a desenvolver este padrão", disse ele.

Especificações da definição de proteína do soro do leite

O novo padrão define produtos de proteína do soro que são obtidos diretamente do leite como um produto terminado desidratado com não menos de 25% de proteína. A proteína do soro do leite deve ser obtida por microfiltração e/ou cromatografia de leite ou leite desnatado combinado com ultrafiltração, nanofiltração, evaporação, diálise ou "qualquer outro processo seguro e adequado em que toda ou parte da lactose, minerais e umidade possam ser removidos”.

Os produtos não podem ser produzidos através de qualquer processo ou combinação de processos que incluam coagulação enzimática de proteína e/ou precipitação ácida de proteína em leite bovino ou leite desnatado, acrescentou o ADPI.

Os produtos de proteína do soro do leite com um teor de proteínas inferior a 89,5% de proteína são designados como "Concentrados de proteína do soro do leite" e os produtos de proteína do soro do leite com um teor de proteínas igual ou superior a 89,5% devem ser referidos como "Isolados de proteína do soro do leite", de acordo com o novo padrão.

O ADPI espera que as novas diretrizes sobre as proteínas do soro do leite sejam adotadas globalmente como padrão do CODEX, de acordo com Meyer. "Esperamos que estes padrões da indústria estabelecidos pelo ADPI proporcionem ao setor e aos nossos clientes uma melhor compreensão da função e da composição dos muitos ingredientes nutritivos de produtos lácteos desidratados produzidos nos EUA e se tornem termos de referência globalmente reconhecidos", disse David Thomas, CEO do ADPI.