Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/guialat/public_html/index.php:3) in /home/guialat/public_html/conecta.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/guialat/public_html/index.php:3) in /home/guialat/public_html/conecta.php on line 2
GuiaLat - A central dos fornecedores de laticínios 

Home » Cadeia do Leite » Exportações de lácteos disparam em novembro

Exportações de lácteos disparam em novembro

20/12/2017 10:37:33 - Por: Bianca F. Teixeira e Lucas H. Ribeiro em Boletim do Leite/Cepea

Os responsáveis por alavancar essa alta são, principalmente, a Argélia e a Suíça, que adquiriram grandes quantidades de leite em pó brasileiro.

Responsive image
Os embarques de produtos lácteos estiveram 3,5 vezes maiores em novembro frente ao mês anterior, somando 24,9 milhões de litros em equivalente leite. Os responsáveis por alavancar essa alta são, principalmente, a Argélia e a Suíça, que adquiriram grandes quantidades de leite em pó brasileiro, sendo responsáveis por 43,2% e 32,6%, respectivamente, do total exportado. A compra do produto por estes países totalizou 18,90 milhões de litros em equivalente leite, volume 150 vezes maior em relação ao mês passado.

Além dos leites em pó, outros produtos exportados foram os queijos (com participação de 10,9% do total) e o leite condensado (10,7%). As vendas de leite condensado ao mercado internacional caíram 18,56% entre outubro e novembro. Já as negociações de queijos tiveram aumento de 4,86% do volume exportado, totalizando 2,70 milhões de litros em equivalente leite.

Quanto às importações, em novembro, as compras brasileiras cresceram 5,8%, com total de 76,5 milhões de litros em equivalente leite. O volume de leite em pó adquirido pelo País se elevou em 15,9% em relação ao mês anterior, representando 75,9% do total de lácteos importados em novembro. Esse produto teve como principal origem a Argentina, que vendeu ao Brasil 28,3 milhões de litros em equivalente leite, participando com 48,7%, do volume total de leite em pó importado. Após ter as importações suspensas por seis dias em novembro, o Uruguai exportou ao Brasil 22,3 milhões de litros de equivalente leite de leite em pó no mês, alta de 79,9% de um mês para o outro e representatividade de 38,4% em relação ao total de leite em pó importado.


Mesmo com queda de 20,4% nas importações, os queijos continuam no posto de segundo principal lácteo comprado pelo Brasil. Em novembro, o total foi de 16,8 milhões de litros de equivalente leite em queijos, e o principal fornecedor foi a Argentina (49% do total de queijos), seguido do Uruguai (34% do total). Queijos mais elaborados também foram importados de países europeus em quantidades consideráveis, como a Itália, França, Países Baixos e Dinamarca.

O faturamento obtido com as importações foi de US$ 29,6 milhões, 1,7% superior ao de outubro. Em relação às exportações, a receita somou US$ 12,45 milhões, 2 vezes maior que a do mês anterior, mas 47,8% abaixo da obtida em novembro do ano passado.