Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/guialat/public_html/index.php:3) in /home/guialat/public_html/conecta.php on line 2

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/guialat/public_html/index.php:3) in /home/guialat/public_html/conecta.php on line 2
GuiaLat - A central dos fornecedores de laticínios 

Home » Cadeia do Leite » Goldman Sachs investe em startup que criou leite de ervilha amarela

Goldman Sachs investe em startup que criou leite de ervilha amarela

31/01/2018 09:14:55 - Por: Valor Econômico

O banco fez um aporte de US$ 65 milhões na Ripple Foods, produto da empresa já é vendido em 10 mil lojas americanas.

Responsive image
O Goldman Sachs participou de um investimento de US$ 65 milhões na Ripple Foods, uma empresa de bebidas pouco conhecida que faz uma bebida tipo leite a partir de ervilhas amarelas. O investimento, liderado pela Euclidean Capital, inclui o financiamento da Khosla Ventures, Fall Line Capital e S2G Ventures, uma empresa de investimento em alimentos e agricultura iniciada pelo fundador da OpenTable. É o maior aporte de capital já realizado na Ripple e eleva o financiamento total da empresa — criada há apenas dois anos — para US$ 110 milhões.

A Ripple desenvolveu o “Ripptein”, uma proteína extraída da ervilha amarela por um processo que a empresa diz que remove o sabor “estranho” freqüentemente encontrado em materiais vegetais. O resultado é quase puramente proteína, dizem os fundadores de Ripple, Neil Renninger e Adam Lowry.

O leite de ervilhas da startup já é comercializado em 10 mil lojas nos EUA, incluindo as redes varejistas Kroger, Target e Whole Foods Market.

A bebida é mais uma alternativa para o número crescente de consumidores que não bebem leite de vaca. Além dele, já são relativamente comuns (inclusive no Brasil) o leite de soja, de arroz e de amêndoas.

Segundo a empresa de pesquisa MarketsandMarkets, o mercado de leite alternativo, avaliado em US$ 8 bilhões, deve dobrar de tamanho nos próximos quatro anos.