Home » Cadeia do Leite » Fagundes Varela ganha agroindústria de laticínios

Fagundes Varela ganha agroindústria de laticínios

14/02/2018 09:43:55 - Por: Emater/RS

A agroindústria familiar vai produzir, inicialmente, queijos colonial e temperados, que serão comercializados no mercado local.

Responsive image
A Laticínios Vó Elena, da família Vivan, de Fagundes Varela, foi inaugurada na quinta-feira (8). A agroindústria familiar vai produzir, inicialmente, queijos colonial e temperados, que serão comercializados no mercado local. A proprietária Alexandra Vivan falou sobre a criação da agroindústria, que deu continuidade e legalizou a produção de queijos, atividade que era realizada por sua avó, já falecida, Elena.

Segundo ela, foram fundamentais para a concretização do empreendimento a implantação do Sistema de Inspeção Municipal em Fagundes Varela; a participação nos cursos de Laticínios, Boas Práticas de Fabricação e Gestão, no Centro de Treinamento de Fazenda Souza (Cefas), em Caxias do Sul; e os contatos com outros estabelecimentos.

Além disso, citou o apoio da Emater RS-Ascar no encaminhamento da documentação para acessar o Programa Estadual de Agroindústria Familiar, na elaboração do projeto de construção e na orientação das demais etapas; o financiamento de parte do valor investido por meio do Pronaf Mais Alimentos; e o apoio da prefeitura, com máquinas para terraplanagem e reembolso de valores em dinheiro.

O marido, Silvano, destacou o compromisso da agroindústria com a qualidade. Ele disse que o empreendimento só vai beneficiar produto próprio e que pretende diversificar a produção com a elaboração de iogurte, bebida láctea e achocolatado. A agroindústria já foi construída pensando na adesão ao Susaf, que vai possibilitar a comercialização fora do município e também para a merenda escolar.

“A agroindústria é uma importante alternativa de geração de renda no meio rural e comercialização da produção, tornando as famílias independentes. A Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) apoia a agroindústria para que o produtor faça a diferença e atue em toda a cadeia produtiva, promovendo a descentralização e a diversificação da produção, fortalecendo o desenvolvimento local com valores culturais e com a oferta de produtos de qualidade certificada”, salientou a coordenadora regional da SDR, Lucimar Rodrigues.

Conforme a gerente regional da Emater RS de Caxias do Sul, Sandra Dalmina, a SDR leva as políticas públicas aos agricultores familiares, como a Extensão Rural, o Programa Estadual de Agroindústria Familiar, que agrega valor à produção, e o Programa de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar, do qual a família Vivan faz parte.

“Temos que dar condições para que as famílias possam fazer a sucessão com qualidade de vida e dignidade, e aqui estamos vendo isso na prática”, comentou Sandra, enfatizando as várias gerações presentes na propriedade e as três jovens filhas do casal (Amanda, Eduarda e Luiza), que vão ajudar no empreendimento.

A prefeita de Fagundes Varela, Cláudia Moreschi Tomé, também citou as políticas públicas municipais, como o Programa de Impulsão Agropecuária, que buscam, por meio da estruturação das propriedades e do incentivo à produção agropecuária e à agroindústria, dar valor ao setor primário e manter os jovens no campo. “Se nós temos o leite, por que não produzir os seus derivados? Essa é a lógica do crescimento da sucessão familiar e do crescimento enquanto município”, frisou.