Home » Cadeia do Leite » Forte alta do custo de produção do leite em março

Forte alta do custo de produção do leite em março

11/04/2018 08:49:47 - Por: ICPLeite/Embrapa

Depois de uma queda no mês de fevereiro, o custo de produção de leite apresentou uma elevação de 5,32%.

Responsive image
Depois de uma queda no mês de fevereiro, o custo de produção de leite apresentou uma elevação de 5,32% no mês de março. Esta elevação se deveu a um aumento do custo do grupo Concentrado, que foi de 11,77% em apenas um mês. Milho, farelo de soja tiveram forte elevação de preços, correspondendo a um período em que os estoques de milho e soja estão baixos no país e corresponde ao período de fim de entressafra. Também o grupo Sal mineral teve crescimento de 3,47% em março e a elevação de preços no grupo fertilizantes levou a um aumento de 0,25% no custo da Produção e compra de volumosos.

O Custo do grupo Mão de obra também registrou crescimento expressivo para um mês e foi de 2,61%, com a elevação do preço pago a diaristas. O grupo Sanidade registrou crescimento de custos de 0,28% e Qualidade do leite de 0,03%, praticamente inalterado.

Dois grupos de custos apresentaram redução de custos. O grupo Reprodução teve queda de -1,22% e o de Energia e combustível foi de -0,23%. A variação do índice por grupos encontra-se na Tabela 1. 

Tabela 1. Variação de custos de produção de leite, geral e por grupo. Março de 2018.

Fonte: Embrapa Gado de Leite

No acumulado do ano o ICPLeite/Embrapa registra elevação de custos de 5,58%. O acumulado no grupo Concentrado foi de 13,50%, sendo responsável pela expressiva elevação de custos neste primeiro trimestre do ano. Também contribuíram para o crescimento o custo do grupo Sal mineral, que foi de 4,35%, o grupo Mão de obra, que foi de 4,15% e o grupo Qualidade do leite, de 3,58%. O grupo Sanidade acumulou crescimento de custos de 1,40%.

Três grupos acumularam retração de custos no período. O maior foi o de Energia e combustível, que foi de -4,44%, seguido de Produção e compra de volumosos, de -2,53% e Reprodução, de 1,22%. Os dados encontram-se na Tabela 2. 

Tabela 2. ICPLeite/Embrapa. Acumulado no ano 2018.

Fonte: Embrapa Gado de Leite

No acumulado de doze meses, o ICPLeite/Embrapa registra elevação de custo de 3,58%. Todos os grupos registraram crescimento, excetuando-se Energia e combustível, que foi de -1.03%. O grupo Sanidade liderou o crescimento de custos, com elevação de 9,15%. Mão de obra teve custo acrescido em 4,15% no período de um ano, valor próximo ao registrado para Sal mineral (4,13%). O grupo Concentrado cresceu 3,46% e Produção e compra de volumosos, 2,33%. Os grupos Reprodução e Qualidade do leite não registraram crescimento expressivo e foram de 1,77% e 1,69% respectivamente. Os dados no acumulado de dozes meses para cada um dos grupos que compõem o índice encontram-se na Tabela 3. 

Tabela 3. ICPLeite/Embrapa. Acumulado de abril de 2017 a março de 2018.

Fonte: Embrapa Gado de Leite