Home » Cadeia do Leite » Estimativas de safra melhoraram, mas preços de milho e farelo de soja continuam em alta

Estimativas de safra melhoraram, mas preços de milho e farelo de soja continuam em alta

30/04/2018 10:24:33 - Por: CILeite/Embrapa

O sétimo levantamento da safra 2017/2018 da CONAB, divulgado em abril, reduziu as estimativas de queda na produção brasileira de grãos, que agora deve ser 3,4% menor.

Responsive image
O sétimo levantamento da safra 2017/2018 da CONAB, divulgado em abril, reduziu as estimativas de queda na produção brasileira de grãos, que agora deve ser 3,4% menor que a safra 2016/2017. Destaque para os aumentos na estimativa de produção de soja, que deverá superar a safra passada em 0,8%. Já no caso do milho, 1º safra, a produção deverá ser 16% menor que a quantidade produzida na última safra. Por outro lado, melhoraram as estimativas para o milho safrinha.
 
Após fecharem 2017 em alta, as vendas de fertilizantes e de máquinas agrícolas e rodoviárias, estão em queda nesse início de ano. As entregas ao produtor de fertilizantes encerraram o primeiro trimestre de 2018 com queda de 1,3% sobre o mesmo período de 2017. Já as vendas internas de máquinas agrícolas e rodoviárias caíram 22,8% no trimestre.
 
No mercado de defensivos, o índice de produção industrial cresceu 10,3% no acumulado de janeiro e fevereiro de 2018 em relação ao mesmo período de 2017.
 
As exportações totais do agronegócio aumentaram 4,6%, em valores, no acumulado dos três primeiros meses de 2018. Os produtos de maior destaque nas vendas externas foram farelo de soja, celulose e carne bovina in natura. Os destaques negativos ficaram por conta do café, frango, outras carnes e açúcar que registraram quedas significativas.
 
No balanço de suprimento, interessante observar que apesar da estimada queda de produção, a disponibilidade interna de milho nesse ano deve ser maior que no período anterior, devido ao estoque final de passagem da última safra. Apesar disso, os preços do milho continuam valorizando no mercado doméstico e internacional, assim como o farelo de soja.
 
Nos preços agrícolas no mercado doméstico, o milho reduziu 0,5% e o farelo de soja aumentou 0,1% em janeiro de 2018, na comparação mensal. Em relação ao mesmo mês de 2017, os preços do milho estão menores (- 7,8%), enquanto que do farelo de soja estão um pouco maiores (+ 0,9%). Já no mercado internacional esses produtos apresentaram alta mensal mais consistente, mas na comparação anual os valores de janeiro de 2018 estão abaixo dos preços praticados em janeiro de 2017.
 
Esses dados estão apresentados no boletim de INDICADORES AGRÍCOLAS da Plataforma de Inteligência Intelactus. Na edição de abril de 2018, veja também o balanço de suprimentos para o mercado interno e mundial dos principais produtos agrícolas brasileiros.