Home » Cadeia do Leite » Leite: fórum ensina produtor a aumentar a renda

Leite: fórum ensina produtor a aumentar a renda

24/05/2017 09:40:03 - Por: Canal Rural

Com inscrição gratuita, o Fórum Itinerante do Leite acontece no dia 1º de junho no RS e vai reunir especialistas e representantes da cadeia produtiva de lácteos.

Responsive image
O 4º Fórum Itinerante do Leite: Mitos e Verdades reunirá pesquisadores, consultores, autoridades e líderes do setor em Palmeira das Missões (RS). A sede do evento é a Escola Estadual Técnica Celeste Gobbato, que comemora 60 anos. A programação será realizada no Dia Mundial do Leite, 1º de junho, quinta-feira. A agenda inclui palestras e discussões, com transmissão ao vivo pelo Canal Rural, a partir das 9h, e apresentação da jornalista Kellen Severo.

No primeiro painel da manhã, palestrantes e debatedores falarão sobre mercado, consumo e inovação. Em seguida, entram em pauta gestão, produção e renda na atividade. O evento deverá esclarecer o que é mito ou verdade, da produção ao consumo do leite.

À tarde, serão realizadas seis oficinas técnicas, das 13h45 às 16h, com a participação de dezenas de especialistas. Ao fazer a inscrição, cada participante poderá optar por uma das seis atividades, com temas específicos que interessam aos integrantes da cadeia produtiva do leite.

A proposta do evento é desmitificar alguns pontos de vista, frequentemente equivocados, sobre a produção e o consumo de leite e derivados. “É de fundamental importância demonstrar a possibilidade de obter lucro na atividade leiteira, com planejamento estratégico, manejo das pastagens, balanceamento das dietas e execução correta na produção”, afirma o professor João Pedro Velho, coordenador-adjunto do Curso de Pós-graduação em Agronegócios da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Ele ressalta ainda que é imprescindível demonstrar aos consumidores as vantagens de incluir leite e derivados para a saúde, por meio dos ácidos graxos, proteínas e lactose, que são abundantes nos produtos lácteos. O docente é um dos debatedores do fórum, ao lado de painelistas como os consultores Wagner Bescow e Roberta Züge.

O presidente do Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do RS (Sindilat-RS), Alexandre Guerra, também participa do evento e aposta nos debates, com a expectativa de que a produção gaúcha de leite volte a crescer, depois de dois anos de estagnação. “Nada melhor do que um fórum para poder debater competitividade, discutir tecnologias e derrubar qualquer mito em torno do leite, valorizando a matéria-prima, que é o primeiro alimento para a saúde das pessoas”, ressalta Guerra, dirigente de uma das entidades realizadoras do encontro.

Inscrições gratuitas

Os organizadores esperam cerca de 1.500 pessoas, que serão recebidas na escola, a partir das 8h, com produtos lácteos. No almoço, os participantes – estudantes de ensino médio profissionalizante, acadêmicos de diversas áreas e, principalmente, produtores de leite – poderão degustar um carreteiro de charque, prato típico gaúcho.

As inscrições para o encontro são gratuitas, antecipadas e limitadas. E podem ser feitas acessando o site do Canal Rural (www.canalrural.com.br), do Sindilat-RS (www.sindilat.com.br) e do Programa de Pós-Graduação em Agronegócios – UFSM/PM UFSM (www.ufsm.br/ppgagr/). O público pode enviar perguntas aos painelistas pelo WhatsApp (11) 98524-0073 e pela página da emissora no Facebook (www.facebook.com/canalrural).

O fórum é uma realização do Canal Rural, em parceria com o Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal do Estado do Rio Grande do Sul (Fundesa), o Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do RS (Sindilat-RS), o Sistema Farsul – Federação da Agricultura do Estado do RS, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do RS (Fetag-RS), a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi-RS), do governo do Rio Grande do Sul, e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, do governo federal.

O evento tem apoio técnico da Escola Estadual Técnica Celeste Gobbato, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e da Empresa Riograndense de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RS).

O apoio institucional é da prefeitura de Palmeira das Missões, da Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial no RS (Senai-RS), da Organização das Cooperativas do Estado do RS (Ocergs), da Cooperativa Tritícola Sarandi (Cotrisal), da Cooperativa de Energia e Desenvolvimento do Médio Uruguai (Creluz), da Associação Gaúcha de Laticinistas e Laticínios (AGL), da Associação das Pequenas Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul (Apil) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Programação

8h – Credenciamento e recepção com produtos lácteos

8h30 – Saudações aos participantes

Local: Ginásio de Esportes da Escola Estadual Técnica Celeste Gobbato

9h – Abertura oficial do fórum*

Luiz Carlos Cosmam, diretor da Escola Estadual Técnica Celeste Gobbato

Alexandre Guerra, presidente do Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do Rio Grande do Sul (Sindilat-RS)

Jorge Rodrigues, coordenador das comissões de Grãos e de Leite da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul)

Pedrinho Signori, secretário-geral da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado (Fetag-RS)

Rogério Kerber, presidente do Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal (Fundesa)

Fábio Branco, secretário-chefe da Casa Civil – RS

9h45 – Painel: mercado, consumo e inovação*

Roberta Züge, médica veterinária, consultora e sócia da Ceres Qualidade

Neila Richards, professora de Tecnologia de Leite e Derivados da Universidade Federal de Santa Maria

Bruna Bresolin Roldan, engenheira de Alimentos da Emater-RS

Darlan Palharini, secretário-executivo do Sindilat-RS

10h45 – Painel: gestão, produção e renda*

Wagner Beskow, pesquisador, consultor e sócio-diretor da Transpondo

João Pedro Velho, coordenador-adjunto da Pós-graduação em Agronegócios da UFSM

Alexandre Guerra, presidente do Sindilat-RS

Jorge Rodrigues, coordenador das comissões de Grãos e de Leite da Farsul

Pedrinho Signori, secretário-geral da Fetag-RS

12h – Encerramento do fórum ao vivo

12h15 – ALMOÇO (carreteiro de charque) – Entrada franca mediante inscrição antecipada

12h20 – Programa Mercado&Cia*

13h45 – Oficinas técnicas – Ao se inscrever, o participante escolhe uma entre seis oficinas. Caso não encontre vaga, pode escolher outra opção. As oficinas disponíveis são:

1 – Produção de leite e gestão da propriedade

Local: Ginásio de Esportes – 700 vagas

2 – Nutrição e reprodução de vacas em lactação

Local: ao lado da sala de ordenha – 250 vagas

3 – Compost barn na integração lavoura-pecuária

Local: refeitório – 200 vagas

4 – Ferramentas de informática aplicadas na gestão

Local: sala de aula – 50 vagas

5 – Sucessão familiar na atividade leiteira

Local: sala de aula – 50 vagas

6 – Formas de agregar valor ao leite

Local: auditório – 250 vagas

16h - Encerramento da programação

4º Fórum Itinerante do Leite – Mitos e Verdades

Local: Escola Estadual Técnica Celeste Gobbato (BR-158, Km 106, Palmeira das Missões, RS)

Horário: das 8h às 16h (fórum ao vivo das 9h às 12h)

Inscrições: www.canalrural.com.br, www.sindilat.com.br e www.ufsm.br/ppgagr/

* Transmissão ao vivo pelo Canal Rural




rize escort izmit escort sakarya escort kusadasi escort eskisehir escort yalova escort konya escort hacklink child porno hacklink medyum beylikdüzü escort chip satışı zynga chip zynga chip chip satışı