Home » Cadeia do Leite » Meu Coração Estradeiro

Meu Coração Estradeiro

30/05/2017 09:29:19 - Por: Múcio M. Furtado, Ph.D.

Minh’alma vaga inquieta entre as tinas queijeiras da América Latina e as estradas ardentes dos desertos do Arizona e Califórnia nos Estados Unidos.

Responsive image
Minh’alma vaga inquieta entre as tinas queijeiras da América Latina e as estradas ardentes dos desertos do Arizona e Califórnia nos Estados Unidos... Tenho uma paixão definitiva por motocicletas... Com o pensamento em Jack Kerouac e sua narrativa imortal em “On the Road”, dos anos 1950, já transcorri a Route 66 em 6 dos  8 estados  que ela corta entre Chicago e Los Angeles... Já me perdi nas tempestades de areia no deserto do Arizona, cruzando a reserva dos índios Navajos, deslumbrado com o silencio imponente do Monument Valley e suas “mesas”  avermelhadas fitando o céu azul sem nuvens... Já tive medo de desfalecer cruzando desde o  temido deserto de Sonora na fronteira do México com o Arizona, até enfrentar o  Mojave na Califórnia, a 46°C,  beirando o Rio Colorado rumo ao norte, até  Las Vegas em Nevada... E já pilotei em paz pelas sinuosas estradas do meu Sul de Minas, levando toda minha vida em pensamentos intermitentes dentro daquele capacete negro...  Tenho uma motocicleta Harley-Davidson de 1.600 cilindradas, modelo Heritage Springer, a legendária “Old Boy”, raramente vista nas estradas brasileiras... O batido forte de seu motor, descompassado e assimétrico, sem rimas e sem métricas, é doce música aos meus ouvidos estradeiros....  Quando assim, do nada e de lugar nenhum, eu ouço o chamado das estradas, como na canção  “The long highway”  consagrada por Mark Knopfler, eu simplesmente visto a jaqueta de couro, bandana na cabeça, luvas de meio-dedo e vou... Espero que nossos caminhos se cruzem um dia por essas estradas da vida....