Home » Cadeia do Leite » Xandô lança na Fispal leite Tipo A 0% lactose e creme de leite na embalagem de 275g

Xandô lança na Fispal leite Tipo A 0% lactose e creme de leite na embalagem de 275g

01/06/2017 10:26:14 - Por: Assessoria de Imprensa

O Fórum acontece das 8h às 18h no Expo Center Norte, em São Paulo e discute as perspectivas econômicas do setor.

Responsive image
Nos dias 07 e 08 de junho, no Fórum Gestão à Mesa, organizado pela Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), que reúne cerca de 350 gestores do setor, a Laticínios Xandô apresenta ao mercado seus lançamentos lácteos, novas embalagens e um posicionamento comercial diferenciado para o suco de laranja da marca.

A grande novidade é a versão do leite Tipo A 0% lactose, que detém o pioneirismo no segmento. De acordo com o Diretor da Companhia, Carlos Eduardo Pasetti, a estratégia é atender o “nicho do nicho”.  Já o creme de leite chegará a partir de agora aos comerciantes na embalagem de 275g, o que torna mais prático e evita desperdício do produto, além de otimizar o preparo das receitas.

“Durante o evento, teremos a oportunidade de impactar toda a cadeia de restaurantes, bares, padarias e cafeterias já que o Fórum Gestão à Mesa é considerado o principal ponto de encontro de empresários do setor A&B com alto poder de decisão”, destaca Pasetti.

Para o suco de laranja, a Xandô destaca as embalagens plásticas (bags) de 5 litros para serem comercializadas em refresqueiras no ponto de venda, otimizando o custo. “Nosso objetivo é ampliar a venda do suco nos PDVs com as refresqueiras, principalmente fora do período sazonal de verão. Tenho certeza que o Fórum vai nos auxiliar muito nessa estratégia a partir do segundo semestre”, complementa o executivo.

A Xandô dispõe em sua linha de produtos o leite Tipo A, carro-chefe da marca, que segundo Carlos Eduardo irá manter o pioneirismo, preservando a qualidade, preço competitivo, procedência e a preservação de sabor e valores nutricionais.

O Fórum acontece das 8h às 18h no Expo Center Norte, em São Paulo e discute as perspectivas econômicas do setor, gestão, inovação, atração e fidelização de clientes, legislação, manipulação e higienização de alimentos, qualificação da mão de obra, sustentabilidade e otimização de processos.